outubro 01 2020 0Comentário

Papel da serotonina, liberado por plaquetas, na polarização de neutrófilos em pacientes com anemia falciforme

Estudo, publicado no Scientific Reports, destaca a ocorrência da polarização de neutrófilos, para um estado mais ativado (CXCR4high), em pacientes com anemia falciforme e ainda mostra que altas concentrações de serotonina, liberadas de plaquetas na circulação destes pacientes, podem estar contribuindo para esta ativação. O trabalho identifica os receptores de serotonina na superfície de neutrófilos como sendo um alvo terapêutico na doença falciforme. Este estudo é resultado do Pós-doutoramento da Dra Flávia Garcia no Laboratório de Inflamação Vascular, Hemocentro, sob supervisão da Nicola Conran e apoio da FAPESP (Proc. 14/ 00984-3), e com participação dos Profs. Fernando Costa, Sara T.O.Saad e a Dra Venina Dominical (ex-aluna de doutorado do laboratório e posteriormente pesquisadora dos National Institutes of Health (NIH), Bethesda, EUA). Os resultados podem ser conferidos no link: https://www.nature.com/articles/s41598-020-71078-8.pdf

Figura: Formação de agregados de plaquetas/neutrófilos no sangue de pacientes com anemia falciforme.

michel

Write a Reply or Comment