Logo Hemocentro

Anemias

Você esta aqui:

Definição e aspectos gerais

O termo “anemia” indica qualquer doença em que há uma redução da massa (ou quantidade) total de glóbulos vermelhos em um indivíduo. Na prática, a massa de glóbulos vermelhos é medida através da dosagem de uma proteína chamada hemoglobina, que é quem confere a tonalidade avermelhada ao sangue. Embora a consequência mais conhecida das anemias seja a coloração pálida da pele, a consequência mais problemática tem relação com a função dos glóbulos vermelhos. Como estas células são responsáveis pelo transporte do oxigênio para os tecidos, esta redução leva a uma menor liberação de oxigênio para todos os órgãos.

O impacto da anemia varia (i) conforme a necessidade de oxigênio de cada órgão; (ii) conforme a velocidade em que redução de glóbulos vermelhos ocorre (já que nosso organismo consegue se adaptar bem a reduções mais lentas); (iii) e à magnitude desta redução. Quando a anemia se estabelece de forma muito lenta, como por exemplo ao longo de anos, é possível que o corpo se adapte a funcionar relativamente bem com até 25% da massa normal de glóbulos vermelhos. Já no caso de anemias de estabelecimento mais rápido, como no caso de sangramentos agudos, quedas bem menores podem levar rapidamente à morte.

Informações importantes aos pacientes

Há inúmeras causas de anemia, relacionadas às diferentes etapas da “vida” de um glóbulo vermelho. Cada uma delas tem um mecanismo de aparecimento diferente, assim como uma forma de diagnóstico e tratamento distintos. É por este motivo que nem toda a anemia está relacionada à alimentação, nem melhorará com a mudança de hábitos alimentares. No quadro abaixo, estão listadas as principais causas de anemia em nosso meio.

Anemias por doenças da medula óssea que comprometem a produção dos glóbulos vermelhos

  • Aplasia de medula óssea
  • Mielodisplasia
  • Leucemias, linfomas e mieloma
  • Metástases de tumores na medula óssea
  • Infecções comprometendo a medula óssea

Anemias por deficiência de nutrientes essenciais para a produção dos glóbulos vermelhos

  • Deficiência de ferro
  • Deficiência de vitamina B12
  • Deficiência de ácido fólico

Anemias por doenças que comprometem a proliferação e maturação dos glóbulos vermelhos

  • Insuficiência renal
  • Anemia da doença crônica/anemia da inflamação

Anemias causadas pela presença de mutações que comprometem a produção e a vida útil dos glóbulos vermelhos

  • Anemia falciforme
  • Talassemias
  • Esferocitose e outras doenças hereditárias da membrana das hemácias
  • Deficiência de G6PD e outras doenças hereditárias de enzimas das hemácias
  • Anemia diseritropoiética congênita
  • Anemia de Fanconi

Anemias causadas pela redução da vida útil dos glóbulos vermelhos na circulação·

  • Anemia hemolítica autoimune
  • Anemias hemolíticas micro e macroangiopáticas
  • Hemoglobinúria paroxística noturna

O que o Hemocento da Unicamp oferece para estes casos

Nos ambulatórios e laboratórios do Hemocentro são realizadas investigações para o diagnóstico e tratamento de todas as anemias discutidas anteriormente. Além disso, os pacientes portadores destas anemias são tratados e monitorados conforme o diagnóstico de cada um.

É importante destacar que a causa mais comum de anemia em nosso meio, que é a deficiência de ferro, deve ser diagnosticada e tratada na rede primária de saúde (unidades básicas de saúde ou consultórios médicos), já que é papel do clínico geral, ou de qualquer médico independente de especialidade, diagnosticar e tratar esta condição. Apenas os casos mais desafiadores são encaminhados para o hematologista. De uma forma bem geral, o tratamento da anemia ferropriva envolve (i) a identificação do motivo da falta de ferro, que em geral está relacionado a uma combinação de aumento da necessidade, redução do aporte de ferro, e perda de ferro (por sangramentos crônicos), (ii) correção destes fatores; e (iii) reposição do ferro até normalização da massa de glóbulos vermelhos.

Por Dr. Erich V de Paula

Chatbot